close
JUSTIÇA

TRT4 determinou reintegração de Comissária da TAM que passou por transtornos psíquicos após o acidente de 2007

aviao-interior

Comissária de voo demitida enquanto sofria de estresse pós-traumático e depressão após acidente ocorrido em julho de 2007 com aeronave da TAM deverá ser reintegrada ao serviço. A empregada continuou trabalhando normalmente após o acidente, que teve 299 vítimas fatais, incluindo dois amigos da comissária.

Na ocasião, além de cumprir com suas obrigações de trabalho de sempre, a empregada foi também responsável por selecionar colegas de trabalho que estavam ou não em condições de continuar o serviço após a tragédia. De acordo com a própria comissária, ela mesma não estava apta a trabalhar e começou a ver vultos dos amigos perdidos e a ter pesadelos com o acidente.

Além de reintegrar a funcionária, a TAM Linhas Aéreas também deverá pagar indenização de R$ 80 mil, mais os salários do período em que a empregada ficou afastada, desde de março de 2012. A decisão da Turma Julgadora foi unânime.

As partes ainda podem recorrer ao Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Processo: 0000733-20.2012.5.04.0030

Acesse aqui a decisão.

Tags : acidente aereodanos moraisdepressaodoenca ocupacionalindenizaçãoreintegracaostress pos-traumaticoTAM
Max Borges

The author Max Borges

Max Borges, advogado formado pela PUC/RS é criador e editor do Veredictum - Direto ao Ponto.

Leave a Response